Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

noticiasdodia



Terça-feira, 29.10.13

Passos Coelho Redução do IRC Terá de ser algarda e IVA

O Sr. Primeiro ministro afirmou que quer um consenço o mais algardo possivel e que de estabilidade á reforma do IRC.

 

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, defendeu hoje que a redução do IRC prevista para 2014 teria de ser alargada no futuro a outras áreas da economia, em particular ao IRS e "logo de seguida" ao IVA.

Ainda Referio Prevemos um certo desagravamento fiscal às empresas, a pensar no crescimento e no emprego, mas sabendo que esse desagravamento terá futuramente de ser alargado a outras áreas da economia, em particular, como me parece evidente, aos impostos que incidem sobre o rendimento do trabalho, e logo de seguida impostos sobre o consumo", afirmou o chefe do executivo PSD/CDS-PP.

Passos Coelho, que falou ainda no encerramento das jornadas parlamentares do PSD e do CDS-PP, na Assembleia da República, referiu que o Governo estaria muito empenhado em conseguir "um consenso o mais alargado possível" e "um acordo com o principal partido da oposição" que dê estabilidade à reforma do IRC.

"Estaremos muito empenhados em obter essa convergência, mas não deixamos já de sinalizar que, a partir de 2014, queremos que as empresas possam dar um contributo maior para o crescimento da economia e para a criação de emprego", acrescentou.

Segundo o primeiro-ministro, o Governo procurou "dar um sinal importante para a economia" inserindo na proposta de Orçamento do Estado para 2014 "uma previsão de impacto" da reforma do IRC.

 

Tirado do Correio da manha

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 20:47



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Outubro 2013

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031



Arquivo

2013